Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Utilização das usinas fotovoltaicas em instituições públicas será debatida em audiência pública

Núcleo de Comunicação do Bloco Minas Melhor / Assessoria ALMG

As usinas de energia solar fotovoltaicas possuem grande capacidade de geração de eletricidade em pequenas e grandes quantidades. Sua utilização será tema de audiência pública para debater a aplicação do programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica-ANEEL, em escolas e hospitais públicos e filantrópicos no estado. O requerimento foi aprovado na reunião de terça-feira (16/05), da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

O presidente da comissão e autor do requerimento, deputado Dr. Jean Freire (PT), falou sobre a importância econômica dessas usinas: “Se pudéssemos instalar as usinas nos hospitais dos vales do Jequitinhonha e Mucuri, por exemplo, que gastam por mês cerca de 30 mil em conta de energia da CEMIG, esses valores seriam utilizados em outras áreas.”

As escolas e hospitais públicos, assim como os filantrópicos, vivem problemas sérios na manutenção de seu funcionamento regular. As caixas escolas e o setor de finanças dos hospitais destacam que os custos de energia elétrica dessas instituições são um dos itens que mais pesam na receita orçamentária

Para diminuir essas despesas, uma das soluções seria aumentar a eficiência do sistema de energia elétrica das instituições, além das instalações de placas fotovoltaicas para a geração de energia solar, através do Programa de Eficiência Energética da ANEEL, que tem a gestão da CEMIG.

A CEMIG já desenvolve um trabalho de eficiência energética através da distibuição de geladeiras e lâmpadas econômicas para as comunidades. Contudo, os recursos nem sempre são utilizados em sua totalidade, havendo casos de devolução de recursos ao tesouro.

Dr Jean acredita que a instalação das usinas seriam um modo mais eficiente de cumprir a lei: “O sol é um dos maiores bens que nós temos em nossa região e vendo as dificuldades econômicas que o estado está passando, temos que ser criativos nas soluções. Podemos usar esse recurso para fazer usinas fotovoltáicas nas instituições, mas também em comunidades quilombolas e tradicionais. Elas vão gerar renda na agricultura familiar e ainda diminuir os custos com a iluminação pública, que hoje é uma tarefa que passou para os municípios. Isso é edificar e empoderar as pessoas.”


Minas Gerais lidera em conexões

"Minas Gerais tem grande importância no cenário nacional de geração de energia fotovoltaica e o fato de termos o mercado em franca expansão, propicia grandes oportunidades de emprego aos jovens", destacou o deputado Bosco (PTdoB). O assunto foi tema de audiência pública da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na terça-feira (02/05/), por requerimento do deputado.

Na ocasião o diretor-geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais – Campus Ribeirão das Neves, Charles Martins Diniz, disse que o cenário é favorável para o treinamento sistematizado nos diversos institutos federais de todo o Estado, já que a perspectiva de crescimento na área é grande.

“Temos condições e estamos prontos para fazer essa formação. Minas Gerais é o estado com o maior número de conexões fotovoltaicas do Brasil, ultrapassando São Paulo, e até 2024 esses pontos podem chegar a 1,2 milhão, sendo que a maior parte serão pequenas usinas e residências”, afirmou Charles.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes