Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Líder de Governo na ALMG defende a Educação como fortalecimento dos Direitos Humanos

Décio Junior - Núcleo de Comunicação Bloco Minas Melhor/Assessoria da ALMG

Foto: Sarah Torres

No atual contexto social em que a sociedade brasileira vive momentos de repressão, perseguição, injustiça e exclusão, o deputado Durval Ângelo (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) defendeu a utilização do livro “Educação para direitos humanos – Diálogos possíveis sobre a pedagogia do direito”, como um instrumento de mudança e comportamento social. “Num mundo repleto de injustiças sociais,  a educação para os direitos humanos é um elemento essencial para modificar essa realidade”, frisou.

Autor do prefácio da obra organizada pelas professoras Mariah Brochado, Marcella Gomes e Nathalia Lipovetsky, Durval Ângelo afirmou que a educação é a base de uma construção de uma sociedade mais justa e igualitária. “A escola tem um papel fundamental ao preparar para a cidadania e o trabalho e também ao atuar na formação de seus alunos para a convivência com uma cultura de respeito à diversidade, de valorização da vida e de resgate dos direitos”, disse.

O livro, que foi lançado na terça-feira (02/05) durante audiência pública da Comissão de Direitos Humanos realizada na ALMG, reúne artigos desenvolvidos pela equipe de professores do curso de aperfeiçoamento em direitos humanos Pandéia Jurídica, na Educação à Distância da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)).

Uma das organizadoras do livro, a professora Marcella Gomes, destacou que o momento atual indica que estamos repetindo os erros do passado, talvez por uma falha na própria educação. Segundo ela, a educação passa por um momento muito técnico e é preciso que ela volte a ocupar o seu papel de transformar o olhar das pessoas e de ensinar o cuidado com o outro e o respeito à dignidade humana.

“No caso do Direito, a educação é muito pouco humana, estando voltada basicamente apenas para a memorização de leis e de códigos. Nesse contexto, é difícil que os juízes, ao se debruçarem sobre um processo, enxerguem as pessoas. Daí a importância da educação para direitos humanos”, afirmou.

Já o secretário de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda, destacou a importância de mudar a cultura e a cabeça dos brasileiros no que tange à violação dos direitos humanos. Para ele, é fundamental o fortalecimento da educação para direitos humanos para garantir a dignidade das pessoas.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes