Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Citação de deputados da oposição na Lava Jato não deve atrasar votação de PL na ALMG


Durval defende que o parlamento pode ser um espaço para que deputados se expliquem

Núcleo de Comunicação Bloco Minas melhor

Tramitando em regime de urgência desde o dia 04 de abril o Projeto de Lei (PL) 4.135/17 de autoria do governador Fernando Pimentel, que cria os fundos que visam a recuperação econômica e o aumento da capacidade de investimento do estado, não devem sofrer influência por conta da crise política externa ao parlamento mineiro. Foi o que garantiu o líder do governo deputado Durval Ângelo (PT) na terça-feira (16/04). “Nada muda nos trabalhos aqui na Casa. No dia 22 de maio o regime de urgência completa 45 dias e o projeto estará em condições de ser votado,” garantiu.

Em sua fala, Durval fez referência aos três deputados mineiros citados por delatores e que aparecem na lista do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

Na lista aparecem o líder da minoria Gustavo Valadares (PSDB), o líder bloco Verdade e Coerência, Gustavo Corrêa (DEM) além do deputado Elismar Prado (PDT). Os ex-governadores Antonio Anastasia (PSDB) e Alberto Pinto Coelho (PP), também foram citados. Já o senador Aécio Neves (PSDB) foi citado por 18 vezes na lista da Lava Jato.

De acordo com o líder do governo, os parlamentares delatados terão que se explicar à justiça, mas ressaltou que todos são inocentes até que se prove o contrário. “À presunção da inocência é o que sustenta o direito moderno e é o que sustenta a visão de uma sociedade democrática. Então isso não vai interferir e as votações vão acontecer normalmente”, disse.

Durval disse ainda que os deputados podem usar o parlamento para apresentar as suas defesas. “Eu acho que nenhum parlamentar precisa deixa vir à Assembleia porque seu nome está na lista. Muito pelo contrário, o debate aqui dentro é o momento dele mostrar a sua inocência ou que o delator mentiu e mostrar que a informação está errada. Ou que os recursos tiveram a destinação correta conforme consta na sua prestação de contas de campanha”, reforçou.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes