Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Anistia para profissionais da Educação que fizeram greve em 2015 passa na CCJ

Liderança de Governo

 Foto: Lidyane Ponciano

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia aprovou, na quinta-feira dia (05/04), parecer favorável ao Projeto de Lei 3.875/2016, que concede anistia aos profissionais da Educação que promoveram uma paralisação em 2015. A matéria, de autoria de diversos parlamentares de diferentes partidos, foi aprovada na forma do substitutivo número um, apresentado pelo relator do projeto e líder do governo Fernando Pimentel (PT) na Casa, deputado Durval Ângelo (PT).

O objetivo do PL é pacificar o tratamento dado pelos administradores públicos no contexto da greve no serviço público, em que os descontos remuneratórios e a instauração de processos administrativos disciplinares adquirem caráter punitivo e inibem a plena manifestação e exercício do direito de greve.

O substitutivo alterou o texto para autorizar o Executivo a conceder a anistia, de acordo com o princípio da independência dos Poderes, ao invés da concessão direta do benefício. Enquadram-se nessa proposição os servidores que aderiram ao movimento grevista da categoria nas paralisações realizadas no ano de 2015, referentes aos dias 29/4, 14/5, 16/6, 25/6, 1º/7, 9/7, 15/7, e no período de 27/7 a 20/10.
Durval salientou que o projeto tem o objetivo de efetivar a garantia constitucional do direito de greve para reivindicação de reajustes salariais e melhorias nas condições de trabalho.

O PL será precisa ser aprovado pelas comissões de Administração Pública e de Fiscalização Financeira e Orçamentária antes de poder ser votado em primeiro turno pelo plenário da Casa.

Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes