Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Protesto contra a Reforma da Previdencia marca 8 de março


Marília Campos protesta contra a Reforma, mesmo debaixo de chuva

Núcleo de Comunicação Bloco Minas Melhor

Foto: Assesoria de imprensa dep. Marília Campos

No Dia Internacional da Mulher, a principal pauta em Belo Horizonte, foram os protestos contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 278/15), que trata da Reforma da Previdência Social. Mesmo debaixo de muita chuva, deputados do Bloco Minas Melhor acompanharam duas passeatas. Uma, que partiu da Praça da Assembleia em direção à Praça da Estação, no centro de Belo Horizonte, e outra que se concentrou na Praça da Liberdade, Regional Centro-Sul da Capital, e terminou no Viaduto de Santa Teresa. 

Na Praça da Assembleia, trabalhadoras do campo e da cidade participaram dos atos promovidos pelo movimento Quem Luta Educa. O primeiro secretário da ALMG, deputado Rogério Correia (PT), e a presidente da CUT/MG e Coordenadora-Geral do Sind-UTE/MG, Beatriz Cerqueira, participaram do ato e ressaltaram a importância da mobilização.

"Estamos confiantes de que esse movimento que se inicia no  8 de março no Brasil inteiro vai culminar com uma grande greve nacional e vai derrubar essa reforma da previdência. É uma reforma maldita para os trabalhadores e machista para as trabalhadoras e elas sofrem mais ainda” destacou Rogério.

Ana Carolina, militante do Levante Popular da Juventude e presidente do DCE da UFMG, destacou o projeto de Reforma da Previdência como machista, já que aumenta o tempo de trabalho para a aposentadoria das mulheres e dificulta o acesso a pensões, das quais elas são as principais beneficiárias. Rogério Correia parabenizou a luta feminina.  “Só as mulheres na rua irão garantir a manutenção dos direitos”, defendeu.

Pouco antes da manifestação, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE/MG), reunido no Hall das Bandeiras, na ALMG, deliberou pela realização de uma greve nacional a partir de 15 de março. Além da Reforma da Previdência, o protesto foi contra o Projeto de Lei 6.787/16, que prevê a Reforma Trabalhista e propõe, entre outras coisas, a flexibilização da jornada de trabalho e a negociação dos períodos de férias.

Mulher no comando - Antes de participar do Ato Unificado que começou na Praça da Liberdade, às 15h, em direção ao Viaduto de Santa Teresa, a deputada Marília Campos destacou, da tribuna da Assembleia,  a nomeação, pelo governador Fernando Pimentel, do Conselho Estadual da Mulher, e frisou que o evento, com presença majoritariamente feminina, contrastou com a ALMG. “Nossa luta por mais mulheres na política continua atual. Não é fácil superar a sub-representação nas casas legislativas”, afirmou. Ela saudou diversas categorias de trabalhadoras e lideranças femininas e lembrou que a luta no Brasil é pela garantia de direitos e, por isso, contra a reforma da Previdência e a retirada de recursos da saúde e da educação. “As mulheres serão mais penalizadas”, apontou.  Durante a  fala dela, os deputados Dirceu Ribeiro (PHS), Carlos Pimenta (PDT), Doutor Wilson Batista (PSD), Ulysses Gomes (PT) e Rogério Correia (PT) fizeram apartes para parabenizar as mulheres e citar exemplos de conquistas e de lutas que ainda devem ser travadas.

Um ano de Tina Martins - Na manifestação que partiu da Praça da Liberdade, foi lembrado o primeiro ano da Ocupação Tina Martins, que virou uma Casa de Referência no acolhimento das mulheres vítimas de violência. Representantes de diversas ocupações de Belo Horizonte e da Região Metropolitana participaram também do ato, que abraçou o antigo prédio do DCE da UFMG, local onde a ocupação teve início. Segundo Mariana Ferreira, representante do coletivo Olga Benário, a data tem que ser comemorada, mas a luta pela manutenção dos direitos das mulheres é contínua.


As duas manifestações terminaram por volta de 20h no centro de Belo Horizonte.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes