Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Ciclo de Debates visa recuperação do Ipsemg

Reuniões preparatórias esboçam pauta para evento que deve ser um marco no resgate dessa entidade dos servidores estaduais

A Assembleia Legislativa irá discutir o sucateamento do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) no Ciclo de Debates previsto para 27 de novembro. A iniciativa é do deputado Rogério Correia (PT) e integra o calendário de eventos oficiais da Casa legislativa. Três eixos nortearão o debate: seguridade, saúde e servidores, conforme consolidado na primeira reunião preparatória ao evento.

O ex-presidente do Instituto dos Servidores Públicos do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) e do Sindicato dos Servidores do Ipsemg (Sisipsemg), João Diniz Pinto Junior disse que o Ciclo de Debates pode estabelecer um novo marco na trajetória da instituição e dos servidores do Estado. “Nós estamos sempre discutindo o Ipsemg. E fizemos isso, aqui na ALMG, numa audiência pública, num debate público, e faremos novamente agora nesse ciclo de debates”, ponderou. Segundo ele, o servidor tem procurado participar efetivamente das ações de gerenciamento da instituição, mas isso não tem sido possível, referindo-se principalmente a governos anteriores.

“O que o servidor quer, já que o Ipsemg é mantido com sua contribuição, é ter um peso significativo em sua gestão, seja através de eleição direta, seja por participação direta por meio de suas entidades representativas; mas o servidor não abre mão de participar diretamente do gerenciamento da instituição”, frisou.

Em sua exposição, João Diniz enfatizou como o órgão foi sucateado nos últimos 12 anos, praticamente destruído em suas atribuições originais, tendo sofrido duros golpes com o desmantelamento do sistema de saúde que geria, tanto na Capital quanto no interior, e mais recentemente com a extinção do Fundo de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (FUNPEMG).

O ex-presidente do Ipsemg lembra, ainda, que hoje não se sabe por que o patrimônio do Ipsemg é mal utilizado. “Temos hoje um imóvel utilizado pela Cemig, na Praça Sete, enquanto pagamos aluguel na Cidade Administrativa. Temos um hospital que hoje funciona com a metade da sua capacidade de leitos. Durante esses 12 anos vivemos um processo de sucateamento do órgão, em todos os sentidos. Tanto na questão previdenciária, quanto na da saúde e na da assistência social”, concluiu.

Autor do requerimento que aprovou o Ciclo, o deputado Rogério Correia atribui valor especial às reuniões preparatórias, que são abertas a todas as entidades dos servidores públicos. “O Ciclo de Debates vai discutir qual é a proposta de funcionamento do Ipsemg para o futuro, já que o órgão foi destruído pelos governos tucanos, e esse assunto interessa não só aos servidores da instituição, mas também aos servidores do Estado, ao governo atual e a Assembleia também quer participar dessa construção”, explicou.

A próxima reunião está marcada para terça-feira, 13 de outubro, na Gerência de Projetos Institucionais.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes