Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Adalclever Lopes na presidência da ALMG para o próximo biênio


Deputado Adalclever Lopes foi reeleito por unanimidade

Núcleo de Comunicação minas Melhor

Foto: Daniel Protzner/ ALMG


Reeleito por unanimidade pelos colegas parlamentares no final de 2016, o deputado Adalclever Lopes (PMDB) tomou posse na manhã de quarta-feira (01/02) para presidir a Assembleia Legislativa de Minas Gerais pelos próximos dois anos. Em seu primeiro ato no terceiro ano da 18ª legislatura, deu posse aos novos integrantes da Mesa Diretora e nomeou o 1º vice-presidente, Lafayette Andrada (PSD) como orador da sessão, que defendeu a democracia e condenou o radicalismo político que, segundo ele, contribui para confundir a opinião pública. “São atos que tumultuam o contexto político e mancham as reputações”, destacou.

Dentre os desafios propostos pela nova Mesa Diretora está o de ampliar a participação popular no trabalho do Legislativo mineiro. O 1º Secretário, deputado Rogério Correia (PT), afirmou que o desafio passa também por ampliação de espaços físicos. “A política tem que estar a serviço das reivindicações que os cidadãos mineiros e mineiras apresentam a nós parlamentares. E a Assembleia precisa se preparar para este momento”, destacou.

Rogério falou ressaltou a autonomia do Poder Legislativo e, alinhado com a fala do presidente Adalclever, disse que a Assembleia deve manter uma relação amistosa com o Poder Executivo, para tratar das demandas que chegarem à Casa. “Não interessa ao povo mineiro ter crise política que agrava a crise econômica. Portanto, os projetos do governo serão bem recebidos pela mesa diretora e nós vamos estudar, fazer as emendas necessárias e fazer com que tramitem de acordo com o regimento”.

A fala do deputado ganhou eco com o posicionamento do Secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, que defendeu o papel constitucional e propositivo da Assembleia. “Nós somos muito gratos à ALMG, à base de governo e mesmo à oposição pela parceria, mesmo em um momento tão difícil. Minas aliás deu exemplo, e o governador Fernando Pimentel tem ressaltado isso, que parte da nossa travessia com sucesso, apesar de todas as dificuldades é fruto da harmonia dos poderes, incluindo o Judiciário, na prática cotidiana”, ressaltou.

Crise financeira – Helvécio Magalhães disse que o governo deve enviar nas próximas semanas, projetos de leis que versam sobre a modernização e criação de fundos como o de pagamento de Parcerias Público Privadas e o de Desenvolvimento, que vai colocar o BDMG como grande impulsionador de Minas Gerais. “Precisamos que o Banco seja o grande impulsionador do estado financiando empresas e gerando emprego e renda”, disse.

O deputado Rogério Correia lembrou ainda que um dos desafios do Estado para 2017 será o de ampliar a arrecadação e adiantou que a ALMG deve receber projetos que tratem do assunto. “Temos um compromisso com o funcionalismo e temos que pagar professores, médicos, soldados. Para isso é preciso ampliar as receitas diante da crise de recessão imposta pelo governo federal e da realidade de déficit de mais de R$ 7 bilhões herdado do governo passado. Por isso vamos analisar com toda prudência os projetos que forem enviados a esta casa”, argumentou.

Bloco Minas Melhor – Líder do Bloco Minas Melhor no primeiro biênio da Legislatura (2015/2016), Rogério Correia disse que há uma expectativa de manter a unidade com pelo menos 32 deputados dos partidos que compõe a base governista. Contudo, o parlamentar ponderou que os dois maiores partidos da casa (PT e PMDB) devem se reunir nos próximos dias para definir suas lideranças e consequentemente a composição e representação do Bloco que dá sustentação ao governo Pimentel.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes