Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Mesmo suspenso consulta do STJ tem apoio de seis partidos e 38 deputados


Presidente Adalclever Lopes deve presidir a sessão de votação

Núcleo de Comunicação Minas Melhor

Foto: Ricardo Barbosa


Mesmo tendo sido supensa por dez dias, a análise e a discussão do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que impede abertura de processo contra Fernando Pimentel no período em que exerce seu mandato como governador, trinta e oito deputados de seis partidos já fecharam questão em torno da votação favorável ao parecer dado ao Ofício 01/2016 do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O documento pede à Assembleia Legislativa autorização para abrir processo contra o governador do Estado. O parecer, assinado pelo deputado Rogério Correia (PT), não leva prejuízo ao processo, já que as denúncias contra o governador são referentes a transgressões que teriam ocorrido, segundo denúncia, antes que Fernando Pimentel fosse eleito em primeiro turno com mais de 5 milhões de votos.

Rogério Correira acredita que o apoio em torno da votação, que deve acorrer na próxima semana, pode ser fortalecido nos próximos dias. "São números favoráveis de quem não admite que o governador seja processado agora, mas sim após o término do seu mandato”, explicou o parlamentar.

O líder do governo, deputado Durval Ângelo, reforçou o apoio recebido pelo PMDB, maior bancada no Parlamento. “A informação que eu recebi do líder João Magalhães é que todos os deputados do PMDB fecharam questão. Outra informação é que o apoio dos demais partidos também é unânime”, destacou.

O deputado Iran Barbosa (PMDB) disse que o governador deve ser julgado de forma coerente. “Estou estudando o processo, mas não vou negar a ele esse direito”, disse.

Para reforçar o debate em torno do parecer que tramita em plenário, quatro deputados que hoje ocupam secretarias de estado devem retornar à Assembleia na semana que vem. “Os quatro suplentes sempre votaram com o governo, são fiéis, mas a troca é para reforçar o debate político, já que o clima está acirrado. São deputados com longa história de mandatos que vão ajudar a fazer a defesa do governador com mais eficiência”, disse Durval.

Com as mudanças, os secretários de Saúde, Sávio Souza Cruz (PMDB), Esportes, Carlos Henrique (PRB), Desenvolvimento Econômico, Fábio Cherem (PSD) e do Turismo, Ricardo Faria (PCdoB) reassumem os seus mandatos nos lugares dos deputados Geisa Teixeira (PT), Tony Carlos (PMDB), Pinduca (PP) e Geraldo Pimenta (PCdoB).


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes