Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Deputado Bosco comemora título de Patrimônio Cultural da Pampulha


O Museu de Arte (antigo Cassino) integra o Conjunto Arquitetônico da Pampulha que agora é um patrimônio da humanidade

Assessoria de Imprensa do deputado Bosco

O deputado Bosco representou na quarta-feira (17/08) a Assembleia Legislativa na cerimônia de entrega do certificado de Patrimônio Cultural da Humanidade onde, oficialmente, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha foi para a lista de bens reconhecidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). A Pampulha é um dos principais cartões postais de Belo Horizonte. O evento ocorreu no Museu de Arte da Pampulha e contou com a presença do vice-governador, Antônio Andrade, e do ministro da Cultura, Marcelo Calero.

"Este é um reconhecimento importantíssimo para Belo Horizonte, Minas e o Brasil. Minas Gerais passa a ser a unidade federativa com o maior número de sítios declarados como patrimônio mundial: a cidade histórica de Ouro Preto (1980); o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas do Campo (1985); o centro histórico de Diamantina (1999) e agora o Conjunto Moderno da Pampulha. Parabéns a todos que ajudaram na conquista desse título", afirmou o deputado.

Representante da Unesco no Brasil, Patrícia Braz explicou que a instituição se alimenta e se renova a partir da provocação de cada candidatura apresentada e destacou pontos importantes para que o Conjunto ganhasse o título, como a consistência da proposição e a sinergia de instituições para que o fato se concretizasse. "Entre os critérios estão o de explicitar que valor universal é este que faz do bem um bem único. Outro é o compromisso da gestão que o país estabelece. Nesse sentido, o conjunto representou uma inovação, instituiu um comitê antes do título e uma sinergia de instituições. Esperamos que o comitê gestor tenha vida longa e efetividade", elogiou.

O Conjunto Moderno da Pampulha é integrado pela Igreja de São Francisco de Assis, pelo Museu de Arte (antigo Cassino), pela Casa do Baile e pelo Iate Golfe Clube. Com o título, a Pampulha passa a integrar um grupo de grandes obras da humanidade. O local torna-se o 20º sítio brasileiro inscrito na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco. Na lista atual, estão incluídos outros 12 bens culturais e sete bens naturais brasileiros. O processo de reconhecimento teve início em 1996, quando o Iphan inscreveu 33 sítios com potencial de reconhecimento como patrimônio da humanidade. 



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes