Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Opinião

 
 

Para além das crises

A simples observação das manchetes jornalísticas, seja em Minas Gerais, seja no restante do País, deixaria a impressão de que tudo na administração pública está paralisado.

No plano federal há, de fato, fortes tensões políticas, agravadas pelas delações do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que colocam na berlinda altas figuras da República. O ambiente é de muitas disputas nas esferas do Executivo, Legislativo e Judiciário.

O cenário mineiro não é imune a esse quadro. Porém, na esfera estadual é possível divisar o funcionamento pleno das instituições e, até agora, o processamento democrático das questões políticas e sociais que por aqui afloram.

Minas Gerais tenta se recolocar como protagonista nos assuntos nacionais

Da parte do governo Pimentel, é mantido o esforço de superação de uma trágica herança de 12 anos, que desorganizou a máquina administrativa, deixou profundas lacunas nas políticas sociais e revelou a absoluta ausência de uma política industrial própria. Minas ainda é dependente de sua vocação histórica de estado exportador mineral. Se há crise no preço das comodities no mundo, nosso estado sofre além da média brasileira.

Para virar essa página, o governador Fernando Pimentel (PT) tem se esforçado em todas as frentes anteriormente destacadas, modernizando a gestão pública e, mesmo em meio à crise, atuando para dinamizar a economia, além de manter as políticas sociais, sobretudo nas áreas da educação, saúde, assistência e segurança.

O Legislativo como espaço de mediação

O Legislativo ganha estatura de poder autônomo, rompendo com um passado de mera extensão do Executivo, exercendo protagonismo nos assuntos públicos do estado. Basta percorrer as notícias no site do Bloco Minas Melhor, base parlamentar do governo estadual, para se notar – pela gama de assuntos processados – que a democracia e o diálogo são as ferramentas do novo momento que vive Minas Gerais. Inclusive com liberdade de imprensa.

Nos temas do meio ambiente, por exemplo, dois grandes destaques para os trabalhos do Legislativo: a reforma do Sisema e o acompanhamento da tragédia que foi o rompimento da barragem da Samarco, em Mariana. Na educação, além das questões salariais e das carreiras dos servidores, temos a conclusão dos debates do Plano Estadual da Educação. Na saúde, uma das piores heranças dos governos passados, o papel dos legisladores tem sido o de apoiar, por sua maioria parlamentar, os esforços de superação dos gargalos no setor: desde manter o Samu e as UPA's funcionando, a retomada de obras hospitais regionais, o esforço de resgate de históricas dívidas com servidores até a garantia no fornecimento de insumos e equipamentos.

A reestruturação administrava está no auge das atenções. Enviada à Assembleia Legislativa de Minas Gerais como proposta do Executivo, essa reforma sofreu – positivamente – mudanças substantivas a partir de sugestões vindas dos mais diversos setores da sociedade. Recepcionar sugestões tem sido a prática do Bloco Minas Melhor, que se distingue da oposição aecista, no esforço de avançar nos consensos.

O Judiciário como ponto de equilíbrio

Os passivos judiciais acumulados por 12 anos tucanos, frente à falta de controle das ações do Poder Executivo, são agora enfrentados sem tentativas de obstrução. Destacamos o caso do Hidroex, que chegou à prisão de uma quadrilha liderada pelo ex-deputado do PSDB Nárcio Rodrigues; o avanço nas investigações de irregularidades na reforma e concessão do Mineirão e na reforma da Arena Independência; a retomada do julgamento do chamado Mensalão Tucano; tudo isso com apoio de um Ministério Público sem amarras e com um Polícia Judiciária estadual adquirindo um novo papel.

Enfim, Minas Gerais segue a vida convivendo com as crises, mas sem paralisia.





Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes