Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Relatório da Comissão de Barragens deve apontar crime de responsabilidade de mineradoras


Deputados vistam locais atingidos pelos rejeitos

Núcelo de comunicaçâo Minas Melhor


O relator da Comissão Extraordinária de Barragens, deputado Rogério Correia (PT), vai apontar a mineradora Samarco e suas acionistas, Vale e BHP Billiton, como responsáveis pelos crimes ambientais e sociais causados pelo rompimento da Barragem do Fundão, em novembro do ano passado em Mariana (MG). Foi o que informou o parlamentar em reunião com moradores de Barra Longa, segunda-feira (20/06), na Câmara Municipal. O município fica a 60 km de Mariana e também foi atingido pelos rejeitos.

Deputados visitaram obras que estão sendo realizadas pela Samarco

Segundo o relator, que deve apresentar parecer em 30 de julho na comissão, todas as investigações realizadas e os laudos da Polícia Civil que descartam a possibilidade de abalo sísmico provam a responsabilidades das companhias. “As empresas têm que pagar por esse crime e assumir as suas responsabilidades. O Ministério Público e o Judiciário estão fazendo isso e agora cabe à Assembleia Legislativa de Minas Gerais dar o seu parecer”, disse.

Acompanhado do deputado Thiago Cota (PMDB), Rogério falou sobre o cronograma de recuperação de Barra Longa e do distrito de Gesteira, apresentado pela Samarco. O município teve destruído equipamentos públicos, obras de infraestrutura, rede de saneamento público de esgotamento sanitário e abastecimento de água, escolas, praças, edifícios públicos e campos de futebol. “O que nos apresentaram está sendo realizado e deve ser concluído até o final do ano”, observou.

No entanto, o deputado Thiago Costa lembrou que a cobrança da sociedade deve ser constante e que a mobilização de grupos como o do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) é fundamental para que essas ações não desapareçam no apagar das luzes. “Hoje saímos com a impressão de que as coisas estão andando, mas não sabemos o que acontecerá em um, cinco ou dez anos? Por isso, a mobilização social como organismo de fiscalização será fundamental”, reforçou.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes