Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Comissão busca soluções para combater genocídio de jovens


Taxa de homicídios é maior entre as pessoas de 15 a 19 anos

Por Ilson Lima

A Comissão de Esporte, Lazer e Juventude debaterá as causas e soluções para a violência — em especial os homicídios — que atinge os jovens entre 15 e 29 anos de idade em Minas Gerais. O requerimento para a audiência pública foi aprovado na terça-feira (21/06), a pedido do deputado Geraldo Pimenta (PCdoB), com o apoio dos deputados Fábio Avelar (PTdoB) e Anselmo José Domingos (PTC).

Geraldo Pimenta justificou que a juventude é a maior vítima da insegurança espalhada pelo País. Dos 59.627 homicídios ocorridos no Brasil em 2014, conforme dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), 53%, ou 31.602, vitimaram pessoas nessa faixa entre 15 e 29 anos. A maioria desses tem origem pobre e é negra.

O Atlas da Violência do Ipea/FSBP aponta que o Brasil se mantém há vários anos como o recordista em números absolutos de homicídios no mundo, com uma taxa de 29,1 mortes por 100 mil habitantes, quase o triplo estabelecido pela ONUs.

Em 2014, em Minas foram registrados 3.958 homicídios, colocando o estado como quinto na estatística desse tipo de crime, entre os 27 membros da Federação, com uma taxa de 19,1 homicídios por 100 mil habitantes, quase o dobro do estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como limite aceitável em uma sociedade.

Para o deputado, a situação é preocupante em todo o País e é necessário uma reação em cadeia de todos os segmentos da sociedade. “Queremos trazer esse debate para a Assembleia Legislativa, que não é indiferente ao problema, com o propósito de dar voz às organizações da sociedade civil, para que elas possam apontar soluções para essa tragédia nacional”, assinalou.

O parlamentar também frisou que é preciso aproveitar as experiências acumuladas pelas prefeituras e organizações civis no combate à violência e às drogas. “Muitas prefeituras e entidades têm programas de prevenção nessa área que não são veiculados amplamente, mas que podem ser melhorados e adaptados às realidades de cada município, tornando-se uma arma poderosa contra essa matança da nossa juventude”, ressaltou.

Os deputados Fábio Avelar e Anselmo Domingos assinaram o requerimento e se colocaram à disposição para mobilizar as entidades ligadas à juventude, reconhecendo que o assunto merece ser debatido quantas vezes forem necessárias. “A violência contra a juventude tem que deixar de ser um assunto secundário, como às vezes a tratamos, e passar a ser uma prioridade nas políticas públicas”, salientou o deputado Anselmo Domingos. “Temos que mobilizar os jovens para a prática de esportes e trazê-los para discutir os seus problemas”, completou o deputado Fábio Avelar.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes