Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Governo Pimentel já quitou R$ 2,5 bilhões de restos a pagar da Saúde


Dados da Saúde foram apresentados em audiência Pública

Núcleo de Comunicação Minas Melhor

Foto: Flavia Bernardo/ALMG


O deputado Durval Ângelo (PT) rebateu as acusações do presidente da comissão de Saúde, deputado Arlen Santigado (PTB), e de outros parlamentares da oposição que criticaram a falta de investimento na Saúde, destacando os restos a pagar assumidos pelo governador Pimentel. Em um ano e quatro meses o governo assumiu R$ 2,3 bilhões que não foram pagos pelos tucanos em Minas Gerais.

“Temos restos a pagar desde 2012 e não vi, desses deputados, a mesma preocupação durante o governo anterior. De um orçamento de R$ 4,2 bilhões a secretaria [de Saúde] pagar, no primeiro ano, R$ 2,3 bilhões, é assumir uma herança pesada”, disse.

O líder do governo destacou ainda que o esforço do estado em colocar em ordem as finanças públicas, permitiu que, em 2015, fosse investido 12,3% no setor, sem o cálculo de outros convênios, o que era uma prática utilizada pelo PSDB, para mascarar os investimentos. “O governo anterior incluía aos 12% recursos da Copasa e convênios com prestadores de serviços e de emendas parlamentares. Ação que faz com que o ex-governador, Aécio Neves, seja réu num processo contra o estado”, disse.

De acordo com os dados da secretaria de Estado da Saúde, algumas das pendências deixadas pela gestão anterior são dívidas relacionadas à construção de Unidades Básicas de Saúde e dos Hospitais Regionais, que foram empenhados e não concluídos.

O secretário de pasta, Fausto Pereira dos Santos, explicou que apesar da queda de arrecadação do estado, os investimentos em 2015 foram superiores aos de 2014. “Nossa expectativa é de que possamos manter ou ainda ampliar os investimentos em 2016, apesar da dificuldade financeira do estado e da União”, disse.

Entre as políticas de investimentos estão o co-financiamento de Unidades Básicas de Saúde distribuídas por todo e estado de hospitais como os de Ipatinga e Governador Valadares. “Vamos também começar a co-financiar os hospitais de Ibirité e de Betim, ou seja, o estado está reorientando os seus recursos para que hospitais, que tenham características regionais, possam garantir a sua sobrevivência”, disse.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes