Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Mobilização contra o Aedes Aegypti

O “Dia Nacional de Mobilização, Zika Zero”, realizado no sábado, 13/02, representou um importante passo para a tomada de consciência da população, de que derrotar o mosquito é dever de todos e todas.

Foram ações articuladas em 428 cidades no país, mobilizando 220 mil homens e mulheres das Forças Armadas, 46 mil agentes de combate à endemias e e 266 mil agentes comunitários de saúde. 

Além da presidenta Dilma Rousseff, que foi pessoalmente ao Rio de Janeiro se integrar à mobilização, ministros de Estado, gestores públicos dos diversos níveis governamentais, dirigentes de empresas estatais se espalharam pelo país, em ações combinadas com os governos estaduais e municipais. Foram cerca de 2,8 milhões de imóveis visitados, não só com a inspeção direta, mas com instruções de procedimentos para se evitar a reprodução do mosquito.

Em Minas Gerais

Com a presença do Ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, e coordenada pelo Secretário Estado de Governo, Odair Cunha, representando o governador Fernando Pimentel, a campanha contra o Aedes Aegypti percorreu 22 municípios.

Na ocasião, Odair Cunha informou as várias iniciativas já em andamento no estado, que se integram à campanha nacional. Destaque foi dado ao balanço de imóveis vistoriados em Minas Gerais: 67,4%, com a expectativa de, até final de fevereiro, esse número chegar aos 100%.

Em dezembro foi constituído pelo governo Pimentel o Comitê Gestor Estadual de Políticas de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, que já vem trabalhando nas ações preventivas à reprodução do mosquito. Já foram detectados cerca de 47 mil casos provavéis de dengue e um caso confirmado de Zika. 

Derrotar a Dengue, a Chikungunya e o Zika é tarefa de todos

O “Dia Nacional de Mobilização, Zika Zero” tem seus efeitos imediatos no alerta às comunidades visitadas. No entanto, tão importante quanto estes resultados forma-se a convicção de que é preciso ampliar as ações que coibam a reprodução do vetor dessas doenças.

Ou seja, que todo mundo está convocado a eliminar os focos do Aedes Egypti, em seus locais de moradia, de trabalho e de lazer. Além de alertar as autoridades para a presença das condições favoráveis à proliferação do agente transmissor, em imóveis desocupados.

“Derrotar o mosquito e as doenças por ele transmitidas exige o empenho de cada um nós, agentes públicos, servidores e população, em geral”, conclui o deputado Dr. Jean (PT).



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes