Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Comissão Permanente das Mulheres é apresentada como espaço de mobilização e luta por direitos

Núlceo de Comunicação do Bloco Minas Melhor

Foto: Daniel Protzner / ALMG

A Assembleia Legislativa apresentou formalmente, na terça-feira (6/11), a Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher, logo depois da eleição da vice-presidente do colegiado, deputada Geisa Teixeira (PT). Presidida pela deputada Marília Campos (PT), a comissão é fruto do trabalho promovido pela Comissão Extraordinária das Mulheres ao longo da atual legislatura. Marília classificou o novo colegiado como um espaço de luta e mobilização feminina.

Para ela, a comissão é importante, sobretudo, pelo momento de desmontes sociais vivido pelo País. “Em épocas de crise, as mulheres sofrem muito mais. São elas as mais prejudicadas pelo desemprego e pelas reformas trabalhista e da Previdência que, se forem anunciadas nos moldes atuais, vão significar violação de direitos. Temos muitos motivos para lutar”, comentou.

A vice-presidente ressaltou que a Comissão Extraordinária cumpriu um papel muito importante ao longo da atual legislatura. "Promovemos debates importantes em várias regiões do estado. Vamos continuar defendendo, na Assembleia, os direitos das mulheres de Minas Gerais”, enfatizou Geisa.

Fortalecimento - As parlamentares ressaltaram, também, a necessidade de trabalhar em prol de mecanismos que auxiliem o combate à violência. Marília fez alusão à importância das unidades da Delegacia da Mulher, fundamentais no combate às violências.

“Precisamos de recursos para que as delegacias cumpram seu papel no atendimento às mulheres vítimas de violência”, comentou.

Representatividade - Durante quatro anos de funcionamento, a Comissão Extraordinária das Mulheres buscou dar visibilidade às pautas femininas. A pouca representatividade no Parlamento - dos 77 deputados, apenas seis são mulheres - foi um dos assuntos mais debatidos pelo colegiado.

Na eleição deste ano, porém, o número de deputadas eleitas saltou para 10, crescimento comemorado por Marília e Geisa. Beatriz Cerqueira (PT), Andreia de Jesus (PSOL), Ana Paula Siqueira (Rede) e Laura Serrano (Novo), quatro das novas integrantes da Assembleia Legislativa a partir de 2019, estiveram presentes ao evento.

Marília lembrou que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa nunca teve uma integrante mulher, e que essa é uma das bandeiras encampadas pela comissão. “Ainda vamos pressionar pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 16/15, que busca garantir a presença de ao menos uma parlamentar na composição da Mesa”, afirmou.

Presenças - A solenidade contou com a participação de representantes de diversos órgãos da sociedade, como o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), a Defensoria Pública e o Corpo de Bombeiros.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes