Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Marília Campos quer recuperação de linha férrea e novo parque urbano para a Região Metropolitana

Núcleo de Comunicação do Bloco Minas Melhor

Foto: Clarissa Barçante / ALMG

A vice-presidente da Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputada Marília Campos (PT), visitou na quinta-feira (16/8), a área pretendida para a construção de um parque linear aproveitando trecho ferroviário localizado no Bairro Belvedere, em Belo Horizonte. A ideia é defendida por associações de moradores e ambientalistas e a parlamentar esclarece que a linha poderá ser retomada para benefício de toda a população. 

"A linha férrea liga as regiões do bairro Olhos D’Água até a Mina de Águas Claras, com mais de 2 quilômetros de extensão em linha reta. Se considerarmos todo o entorno, são 230 mil m² de área desocupada em um dos pontos mais nobres da capital mineira, na divisa com o município de Nova Lima. É uma proposta muito consistente", afirmou.

O requerimento da visita é de autoria do deputado Celinho do Sinttrocel (PCdoB) e de Marília Campos, que destaca o grande potencial da área para se tornar um parque urbano. "Pode propiciar a prática de lazer e esporte para os moradores dos bairros e dos municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), podendo até receber um trem de transporte turístico até o Instituto Inhotim, em Brumadinho", acrescentou.

Especulação - O representante da Associação dos Moradores do Vila da Serra, Álvaro Gonzaga, explicou que o trecho é da Superintendência de Patrimônio da União (SPU), mas atualmente está sendo administrado pela Caixa Econômica Federal. Segundo ele, há o interesse da Prefeitura de Belo Horizonte em conseguir que o terreno seja doado para o município e, então, repassado para a administração das associações.

"Temos que preservar essa região pois o local sofre com a especulação imobiliária, podendo receber uma nova rodovia, de interesse da Prefeitura de Nova Lima para ligar o Anel Rodoviário a um loteamento, afirmou.
 
Outros trechos – Foram visitados, também, pela comissão os trechos de linhas férreas, no Bairro Horto, em Belo Horizonte, operados pelas empresas VLI e MRS. O objetivo é conhecer a operação e a logística das empresas, para verificar a possibilidade do transporte ferroviário de passageiros na Região Metropolitana.

A  Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras defende a necessidade de expansão do transporte ferroviário de cargas e de passageiros em Minas Gerais e que o dinheiro da renovação das concessões ferroviárias fique em Minas, podendo ser utilizado para a construção do Ferroanel na RMBH.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes