Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Durval Ângelo toma possa no TCE-MG e defende trabalho preventivo nos municípios

Núcleo de Comunicação do Bloco Minas Melhor / Assessoria ALMG

Foto: Guilherme Dardanhan

Ao ser empossado como novo Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) pelo vice-presidente Mauri Torres, o ex-líder de governo na Assembleia Legislativa, Durval Ângelo, defendeu uma ação preventiva do órgão sobre o controle e fiscalização de contas junto às prefeituras. "Acredito que um trabalho de formação, esclarecimento e de conhecimento, além de uma presença permanente do TCE-MG nos municípios, evitaria que o ilícito aconteça e que o dinheiro público seja gasto de forma incorreta", defendeu.

Durval assumiu a vaga deixada pela conselheira Adriene Andrade, falecida no início do ano. Indicado pelo governador Fernando Pimentel e aprovado de forma unânime pelos colegas parlamentares na Assembleia Legislativa, Durval fez questão de ressaltar a confiança a ele depositada. "Agradeço ao governador que reconheceu meu trabalho e confiou a mim a indicação que era exclusiva dele. Agradeço ainda ao presidente da Assembleia Legislativa, Adalclever Lopes, grande amigo que teve um papel de árbitro nessa indicação que foi postulada também por outros nomes, que muito respeito", disse.

Durval lembrou de sua caminhada política que começou em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde foi vereador por dois mandatos. Também ressaltou os seis mandatos consecutivos no Parlamento Mineiro que deram a ele conhecimento e experiência sobre o trabalho público.

Em seu último mandato, o ex-parlamentar exerceu o papel de líder do governador Pimentel e ressaltou a parceria que teve com o presidente da Assembleia. "Como líder de governo, estabeleci com Adalclever uma harmonia para o estado. E na sua pessoa, deixo meu agradecimento a todos os deputados e deputadas que votaram em meu nome, a partir da indicação do governador", reforçou.

Defensor dos Direitos Humanos

Durval Ângelo lembrou a sua bandeira política permanente em defesa dos Direitos Humanos, desde a Câmara Municipal de Contagem e ressaltou que, como deputado, dedicou quase todo o mandato à Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, da qual foi presidente por 15 anos.

"Os Direitos Humanos são hoje o novo nome da democracia e existe para que repensemos a sociedade em uma nova dimensão e um novo olhar, o da vida e do amor", defendeu.

Ele ainda relembrou a história mundial e comparou os dias atuais, de intolerância e preconceitos, aos vividos na Itália e na Alemanha nas décadas de 1920 e 1930 que culminou na segunda guerra mundial. "Em dezembro de 1948, foi proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em Paris, a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Foi um momento muito importante, no sentido de que nossa sociedade deveria ser repensada e reconstruída sobre um novo alicerce. Os 30 artigos da Declaração podem ser sintetizados no resgate da dignidade humana por meio da garantia de direitos", ressaltou.

Diante de sua militância em defesa da dignidade humana, Durval agradeceu a presença de amigos e amigas das quatro colônias de hansenianos de Minas Gerais. "Sejam bem vindos e bem vindas. Vocês foram a razão da minha luta na Assembleia por quase 24 anos. Toda a digninada, direto, respeito e solidariedade", finalizou.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes