Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Opinião

 
 

O movimento dos caminhoneiros e o golpe nos preços dos combustíveis

Muitos dos que apoiaram o golpe de 2016 estão sentindo na pele os ataques de quem assumiu o poder no País. A contrareforma trabalhista, o congelamento de gastos orçamentários em políticas socias (saúde, educação e assistência, entre outros), as ameaças aos direitos previdenciários e o desemprego se somam, agora, ao despertar de um grande setor da economia: o de tranporte rodoviário de cargas no Brasil.

Setor que, hegemonizado por uma ideologia liberal e antiestatal, defendeu o impeachment de Dilma Rousseff sob alegação de combate à corrupção e pelo fim da intervenção pública nos negócios privados.

Hegemonia não significa controle total. Esse movimento tem atores diversos: empresários, caminhoneiros autônomos e motoristas assalariados. Nem todos os empresários do setor integram o atual movimento paredista. Se o de 2016 era mais um lock out do que – efetivamente – uma greve, o atual se parece mais com isso: greve. Confusa, é óbvio. Mas, é um movimento distinto.

O custo dos combustíveis impacta a vida de todo mundo. Do consumo doméstico ao funcionamento de todas as empresas e de todos os setores da economia. E o governo golpista age de forma draconiana nesse caso atendendo, exclusivamente, aos interesses de um setor do mercado: das empresas estrangeiras que avançam sobre a produção e comercialização dos derivados do petróleo no Brasil.

Já os grevistas podem aprender com esse movimento que o que Temer faz é aplicar a receita liberal que eles mesmos defendiam em passado recente. E que os preços de combustíveis praticados por Lula e Dilma, em seus respectivos governos, nada tinham de populista, como foram acusados. Aquelas tarifas pensavam o Brasil como um todo. Em todos os setores da sociedade. Sempre protegendo a soberania nacional.




Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes