Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Graduações a distância não podem substituir a experiência prática na formação de profissionais da saúde

Núcleo de Comunicação - Bloco Minas Melhor

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Os cursos de graduação na modalidade EaD (Ensino a Distância) são encarados como solução por aqueles que não têm tempo para as aulas presenciais. O crescimento exponencial do EaD, contudo, pode trazer prejuízos à formação dos profissionais, sobretudo em setores que exigem experiência prática, como na área da saúde. À pedido do deputado Ivair Nogueira (PMDB), a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa realizou, na terça-feira (22/05), audiência pública para discutir o assunto.

Apesar de enaltecer o caráter inclusivo, das graduações EaD, Ivair Nogueira ressaltou a necessidade que os alunos de cursos da saúde têm de entender as suas profissões na prática, com o auxílio de um professor “real”.

“Existem cursos como Farmácia e Enfermagem que exigem aulas em laboratório, treinamento e capacitação. Ficamos preocupados pois, se o curso for todo à distância, precisamos saber se os profissionais terão essa experiência à sua disposição. O EaD é ótimo, é necessário separá-lo dos cursos que exigem requisitos fundamentais - e presenciais - para a formação do profissional”, defendeu o parlamentar.

A deputada Celise Laviola (PMDB), que preside a comissão, concordou com Ivair Nogueira e classificou o pouco número de aulas presenciais como o “ponto central” do debate. “A falta de contato com o paciente pode impactar negativamente na formação do profissional. Como lidar com um problema que não foi aprendido na faculdade?”, indagou.

Divergências - De acordo com Luciano Sathler, diretor da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), a legislação brasileira não permite que nenhum curso da área de saúde seja ofertado integralmente na modalidade EaD. No entanto, segundo o vice-presidente do Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais (CRF-MG), Alisson Brandão Ferreira, encontros com orientadores de trabalhos finais ou aulas de laboratório realizadas muito esporadicamente não são suficientes para auxiliar na formação dos profissionais.

“Na área da saúde, não conseguimos atender à demanda de uma formação qualificada [com o EaD]. Não se trata de uma reserva de classe, mas sim do cuidado dos profissionais de saúde com os seus pacientes”, argumentou.

Para ele, o alto número de estabelecimentos que oferecem as graduações a distância impede que o Ministério da Educação (MEC) lance mão de uma fiscalização atuante e presente. Segundo Alisson, existem, no Brasil, cerca de 12.000 pólos de educação a distância não fiscalizados pelo órgão.

Legislação - Uma portaria publicada pelo MEC em maio de 2017 autorizou que instituições de ensino sem autorização para ministrarem de cursos presenciais pudessem ofertar graduações a distância.

Para Álida Corgozinho Murta, vice-presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional de Minas Gerais (CREFITO-4), os benefícios do EaD estão sendo suprimidos em prol de uma lógica mercantilista. Dados apresentados por ela mostram um repentino crescimento no número de vagas para os cursos a distância de Fisioterapia. Se em junho do ano passado estavam disponíveis 6.020 cadeiras do tipo, em dezembro número saltou para 58.000. “O ensino a distância reduz custos, mas está sendo levado como um negócio lucrativo, e não como um direito social”, protestou.

Álida corroborou com a opinião de Celise Laviola e Ivair Nogueira e destacou a necessidade da atuação prática na formação dos futuros médicos, enfermeiros e similares. “Os profissionais de saúde precisam de habilidades que só são adquiridas com trocas de experiências presenciais. Como vamos cumprir os pilares da educação - conhecer, fazer e aplicar - a distância?”, questionou.

“Não é colocando computadores que vamos melhorar a educação”, resumiu Victor Hugo de Melo, integrante do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais (CRM-MG).


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes