Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Cristiano Silveira reafirma caráter popular da candidatura de Lula e diz que prisão é etapa final do golpe

Núcleo de Comunicação - Bloco Minas Melhor
Foto: Daniel Protzner / ALMG

A candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva ao Palácio do Planalto tem ganhado cada vez mais apoio popular. Prova disso é a pesquisa CNT/MDA, divulgada pela Confederação Nacional dos Transportes no último dia 14, que aponta o ex-presidente à frente de seus concorrentes em todos os cenários possíveis de segundo turno. Para o deputado Cristiano Silveira (PT), que usou a tribuna do Plenário da Assembleia Legislativa, na terça-feira (15/05), o resultado do levantamento comprova que a população brasileira compreende a prisão sem provas de Lula como uma forma de barrar a volta do PT à Presidência.

“O povo sabe que a prisão do presidente Lula é o fechamento do enredo do golpe sofrido pela presidenta Dilma Rousseff em 2016”, frisou o parlamentar, que atribuiu o crescimento de Lula e do PT nas últimas pesquisas ao fracasso da lógica seguida pelos preceptores do golpe.

Segundo dados da CNT – citados por Cristiano Silveira em seu pronunciamento – Lula lidera hipotéticos cenários de segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (REDE), Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (PMDB) e Michel Temer (PMDB). Em algumas das simulações, o ex-presidente chega a ter aproximadamente 48% das intenções de voto.

Cristiano Silveira lembrou que a alta popularidade de Lula traz prejuízos às forças conservadoras do País e que, por isso, o ex-presidente acaba se tornando alvo de uma perseguição liderada por setores do Judiciário brasileiro

“Será extremamente ruim para a democracia do nosso País que o líder das pesquisas não possa disputar a eleição por ter sido impedido de concorrer por crimes que não se comprovaram”, denunciou. O parlamentar ressaltou a dificuldade enfrentada pelo Ministério Público Federal (MPF) para atestar o envolvimento de Lula com tais crimes.

A pesquisa CNT/MDA indicou ainda que mais de 90% da população brasileira não acredita que a Justiça brasileira aja com isenção. “A grande maioria da população acha que o judiciário do País é parcial”, disse Cristiano Silveira, destacando que a atuação arbitrária do Poder Judiciário tem sido cada vez mais notada e contestada pela sociedade.

Alerta - O deputado recordou os incontáveis malefícios proporcionados pelo golpe parlamentar que destituiu Dilma Rousseff. “Após o afastamento de Dilma, o Brasil piorou. O País patina e não consegue sair da crise. Vimos o aumento do desemprego e a corrupção de assalto à Presidência. Alguns colegas falam do impeachment de Pimentel como se não tivessem aprendido nada”, comentou ele em tom de alerta, mostrando que um possível afastamento do governador Fernando Pimentel (PT) poderia acarretar variados problemas à Minas Gerais.

Apesar de reconhecer a existência de intempéries, Cristiano Silveira lembrou que, além de precisar lidar com a herança negativa deixada pelos 12 anos de governo do PSDB em Minas, o estado sofre com o descaso do governo federal. “Tentam sufocar Minas Gerais pois sabem que aqui há um governo de resistência e democrático, que tem conseguido ‘tocar o barco’ mesmo em meio à uma das piores crises que já vivemos”, protestou.

“O cidadão vai ter que nos responder se quer no governo aqueles que sobreviveram à crise ou aqueles que foram os responsáveis pela criação dessa grande tempestade”, encerrou, de modo enfático, o parlamentar.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes