Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Rogério Correia defende o caráter popular da candidatura de Lula ao Planalto


O parlamentar levou à tribuna uma charge do cartunista Carlus Lattuf que ironiza o recente encontro entre Michel Temer e Carmem Lúcia.

Núcleo de Comunicação - Bloco Minas Melhor

Foto: Sarah Torres / ALMG

O 1° secretário da Assembleia Legislativa, deputado Rogério Correia (PT), reafirmou na quarta-feira (14/03), em Plenário, a legitimidade da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. “Pretendem manter o golpe, acabar com a soberania nacional e o Estado brasileiro”, disse, frisando que, para tal, Executivo e Judiciário se uniram para proibir o ex-presidente de concorrer no pleito deste ano. “O PT vai resistir e Lula será colocado como o nosso candidato”, ressaltou o parlamentar.

“Se prenderem Lula - e falam em fazer isso a partir de 26 março - passa a valer tudo, pois é sinal de endurecimento do golpe”, destacou Rogério Correia. No entendimento do deputado, a prisão de Lula é um dos mecanismos usados para dar continuidade ao processo de desmonte dos direitos sociais conquistados durante os anos de governo do PT, que teve início a partir do impeachment de Dilma Rousseff, em agosto de 2016. “Como Lula não vai se suicidar ou sair do Brasil, ou matam-no ou ele se transforma em preso político”, argumentou.

“Querem sugar os direitos da CLT, a aposentadoria dos pobres, o SUS, a educação pública e até mesmo o Bolsa Família”, comentou, lembrando também que o atual governo deseja ainda desmantelar setores fundamentais da economia brasileira, como o petrolífero e o energético.

Ainda segundo Rogério Correia, o encontro entre o presidente da República Michel Temer, e a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmem Lúcia, serviu para anunciar à população brasileira “que o golpe contra o povo tem que continuar”.

Ao classificar uma hipotética prisão de Lula como um ato absurdo, o 1° secretário lembrou da diferença de tratamento conferida pelo Judiciário brasileiro ao senador Aécio Neves (PSDB), acusado de corrupção passiva e obstrução de Justiça. “Ele [Aécio Neves] e a sua irmã [Andrea Neves] continuam livres, leves e soltos”, pontuou.

Por fim, ao frisar a popularidade de Lula - que lidera pesquisas de intenção de voto com larga vantagem - Rogério Correia salientou a importância de uma mobilização popular para impedir a prisão do ex-presidente. “Tomara que a população vá às ruas contra este golpe e enfrente essa injustiça contra o povo brasileiro”, bradou.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes