Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Opinião

 
 

Minas faz a travessia


No novo tempo, apesar dos castigos
De toda fadiga, de toda injustiça, estamos na briga”

Minas Gerais atravessa a turbulência da economia mundial e do caos político e econômico do Brasil com relativo sucesso. Essa é a legítima síntese que podemos apresentar ao povo mineiro, no quarto e último ano do primeiro governo Fernando Pimentel.

Nos últimos dias, duas notícias alvissareiras.

A Advocacia Geral do Estado de Minas Gerais (AGE) conseguiu, no Supremo Tribunal Federal (STF), a suspensão do bloqueio de recursos financeiros do estado imposto pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e que poderia chegar ao sequestro de R$ 6 bilhões em desfavor do povo mineiro. Tais recursos são oriundos de repasses constitucionais ordinários, que o Governo Federal não pode reter, com base em querelas políticas. Além de vetar essa pretensão do governo Temer, o STF ainda determinou que fossem devolvidos aos cofres do governo de Minas cerca de R$ 122 milhões já desviados pela STN.

Alegando um suposto não envio de documentos sobre a renegociação das dívidas dos estados com a União, em prazo hábil, o órgão federal adotou uma medida meramente política. Tratava-se de um tentativa irresponsável de colapsar os serviços públicos em terras mineiras, visando objetivos eleitoreiros.

Agindo com firmeza e rapidez, o governo de Minas Gerais, por meio da Advocacia Geral do Estado (AGE), conseguiu importante vitória no STF, derrotando a manobra do ilegítimo governo Temer.

A segunda notícia positiva é que, segundo o Secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, em entrevista ao jornal Hoje em Dia, até junho serão zerados os “passivos com os servidores”. O principal deles, sem dúvida, é o parcelamento dos salários da maioria deles.

Helvécio deixa claro que a manutenção dos serviços públicos para a população (como na saúde, educação e segurança) foi uma decisão estratégica do atual governo, que causou tensões permanentes. Mas, ao invés de seguir o caminho de confronto com os servidores, como nos estados do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, a trilha realizada em Minas foi a do diálogo e da busca de solução para os problemas, ainda que isso não tenha contemplado plenamente todas as partes envolvidas.

Minas Gerais, como um estado que tem forte pauta de exportações de produtos da mineração, vive intensamente a crise econômica mundial. E por ser governado por alguém do PT, o estado sofre a perseguição aberta do governo Temer.

Porém, salvo algum incidente de maior relevância, fizemos a travessia. Herdamos uma máquina quebrada, inclusive com a fraude orçamentária patrocinada pelo governo anterior e que atrasou os esforços de superação dos desafios regionais. Mesmo assim sobrevivemos. Como na música de Ivan Lins:

No novo tempo, apesar dos castigos
Estamos crescidos, estamos atentos, estamos mais vivos
(...)
No novo tempo, apesar dos perigos
Da força mais bruta, da noite que assusta, estamos na luta (...)


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes