Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Bancada do PT participa do lançamento da pré-candidatura de Lula à Presidência

Décio Junior - Núcleo de Comunicação Bloco Minas Melhor

Foto: Décio Junior


Mais de duas mil pessoas aplaudiram o lançamento da pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva em Minas Gerais, em evento realizado na quarta-feira (21/02) no Expominas. A anúncio foi feito pelo próprio Lula, ao lado do governador Fernando Pimentel, que também é candidato à reeleição no estado.

O ex-presidente – que pela manhã visitou o acampamento do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) no município de Itatiaiuçu e, à tarde, a Colônia Santa Izabel, de ex-hansenianos, em Betim, ambos na Região Metropolitana – convocou o povo a lutar contra a injustiça pela qual vem passando. “A imprensa vai transformando mentiras em verdade, mas eles não sabem que o povo me conhece”, disse.

Lula frisou que nos próximos meses a perseguição ao partido pode aumentar e disse que existe um legado no povo que reconhece os avanços sociais de seu governo. “Podem prender o meu corpo, mas não as minhas ideias. E elas são as mesmas ideias do povo mais pobre deste País, que quer poder ter seu emprego de volta, quer poder ter seu filho numa faculdade, quer poder comprar seu carro, quer poder andar de avião, quer poder ver esse País voltar a crescer”, disse.

O governador Fernando Pimentel lembrou que no atual cenário a ditadura “tenta voltar de forma sorrateira”, e alertou dizendo que “a repressão não vem das fardas, mas das togas”, uma crítica à postura de parte do judiciário que trabalha na perseguição política ao PT e a Lula.

A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, afirmou que o PT não tem plano B e que o povo deve se juntar na luta em apoio e ao direito de Lula ser candidato à Presidência da República.

Apoio - Os deputados da bancada do PT na Assembleia participaram do lançamento da pré-candidatura de Lula à Presidência da República e destacaram que o encontro, que marcou também o aniversário de 38 anos do partido, foi realizado num contexto de resistência ao golpe em curso no País.

“Um golpe que não se retrata apenas com o afastamento da Dilma, mas que leva à perda de direitos e ao desemprego massivo, que diminui o poder de mobilização dos trabalhadores. Um golpe que mostra a sua face autoritária na intenção de fazer uma intervenção militar no Rio de Janeiro, que pode criar um contexto que pode resultar num risco maior para o País, o risco até de não termos uma eleição em outubro”, alertou Durval.

O líder da bancada e do Bloco Minas Melhor, deputado André Quintão, disse que o País não aguenta mais o retrocesso e convocou o povo mineiro a lutar pelo Brasil. “Minas é um estado muito importante, que sempre defendeu a liberdade, que é governado pelo PT e que este ano sinaliza pela postura de resistência, defesa da democracia e pelo direito à candidatura de Lula”, destacou.

A deputada Marília Campos destacou a resistência que conseguiu pressionar o governo federal para que o presidente Temer recuasse com a Reforma Previdenciária. “No ano passado fizemos, em abril, a maior greve geral deste País, como mais de 150 mil pessoas em Brasília e trabalhadoras e trabalhadores nas ruas e nas praças em cidades de norte a sul do Brasil”, lembrou.

Já o deputado Cristiano Silveira ressaltou que o recuo na Reforma da Previdência é apenas uma batalha e disse que o golpe só será vencido quando houver o entendimento de que Lula tem direito de ser candidato.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes