Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Lula vai visitar assentamento do MST nas terras de Eike Batista no mesmo dia do ato em BH

Núcleo de Comunicação Bloco Minas Melhor

Foto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitará o o acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), nas terras do empresário Eike Batista, em Itatiauçu, na Região Metropolitana, na quarta-feira (21/02). A fazenda Santa Terezinha foi ocupada em março de 2017. O anúncio foi feito pelo coordenador nacional do MST, João Pedro Stédile. “Ele (Lula) está sendo perseguido de forma cruel e nós queremos abraçá-lo para que ele sinta que está amparado pelos pobres”, afirmou ele, em entrevista em Belo Horizonte, na sexta-feira (16/02). Na quarta-feira, Lula estará na capital num ato em defesa da democracia e da candidatura dele à Presidência, no Expominas.

Stédile defendeu a candidatura de Lula à Presidência. “O povo transformou o Lula, queiramos ou não, num símbolo da possibilidade de mudança. E ninguém no País atualmente teria a capacidade de mudar o que está aí. Essa situação extrapola as legendas partidárias e nós temos que ouvir as ruas, senão teremos o caos e a desesperança do povo, numa situação anti-democrática, em que ninguém sabe o que poderá acontecer”, afirmou ele. A expectativa é que o ato do MST com Lula em Itatiaiuçu mobilize cerca de 5 mil pessoas.

Stédile ressaltou que o MST avalia o momento em País está vivendo como gravíssimo e acredita que a solução só virá com uma ampla articulação das forças sociais. “Temos que marcar presença nas ruas, principalmente para impedir a reforma da Previdência e afirmar as eleições previstas para 2018, de forma livre e democrática”, disse. Stédile classificou as atitudes do Poder Judiciário para impedir a candidatura de Lula como um golpe no desejo popular de part6cipar dos destinos da nação.

Para o 1º Secretário da Assembleia, deputado Rogério Correia (PT), todo apoio ao ex-presidente Lula é necessário neste momento. Ele avaliou que o calendário de lutas dos movimentos sociais da próxima semana é uma das saídas para a crise política criada pelo governo de Michel Temer. “Temos que continuar lutando pelas nossas garantias constitucionais, nossos direitos civis. As eleições têm que acontecer e eleição sem Lula é um novo golpe que não podemos admitir”, defendeu.

Para Rogério, a presença de Stédile na Assembleia Legislativa, onde foi feito o anúncio, serve para lembrar que a Reforma Agrária continua sendo uma grande saída para muitos problemas sociais e econômicos no Brasil. “Os governos do PT tratam essa questão como urgente e em Minas ela continua acontecendo, ao contrário do resto do País”, lembrou o deputado.

A urgência da continuidade das políticas agrárias foi abordada também por Stédile, que afirmou que novos assentamentos não estão sendo feitos no Brasil há três anos. “A reforma agrária tem uma missão maior, que não é somente a de distribuir terras para trabalhadores rurais, mas a de assegurar a segurança alimentar da população com alimentos a baixo custo e de qualidade. O agronegócio só produz commodities e produtos com agrotóxicos”, ressaltou o líder do MST.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes