Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Adalclever reinicia atividades agradecendo o empenho dos deputados para superar a crise financeira do Estado

Décio Junior - Núcleo de Comunicação Bloco Minas Melhor

Foto: Guilherme Dardanhan

Ao abrir os trabalhos parlamentares de 2018, em reunião solene, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Adalclever Lopes (PMDB), agradeceu aos deputados pela parceria com o governo de Minas para a superação da crise financeira e a retomada do crescimento. “Eles já demonstraram, em inúmeras vezes, respeito aos princípios do diálogo, do entendimento e do voto. Eles também demonstraram compreensão com o momento crítico pelo qual passa o Estado e apresentaram propostas que nos deram tranquilidade”, afirmou.“E, em 2018, continuaremos com nossa abertura à participação popular, encaminhando soluções democráticas para os conflitos sociais”, completou. Na solenidade foi instalada a quarta Sessão Legislativa da 18ª Legislatura, na quinta-feira (01/02).

Adalclever garantiu que o ano eleitoral não deve exigir menos trabalho dos parlamentares. “Os trabalhos não serão prejudicados mas sempre diferenciados. É feito um esforço nas segundas, terças e quartas-feiras, para que às quintas e sextas os deputados possam viajar para as cidades que representam. Mas o que se tem é até mesmo um aumento no número de reuniões”, destacou.

O presidente disse que a prioridade do início de ano será analisar os vetos do governador e dar continuidade à fiscalização dos órgãos públicos do estado. Ele frisou que a presidência também vai continuar trabalhando para enxugar as contas do Parlamento mineiro.

Eleições - Adalclever fez uma avaliação da atual conjuntura política e afirmou que o PMDB não tem pré-candidato próprio ao governo do estado. "Temos nomes importantes como o de Josué Alencar, Rodrigo Pacheco, Hélio Costa e até mesmo o meu, já que apto a concorrer. Mas todo e qualquer nome só será decidido em convenção do meu partido. Não se tendo candidatura própria faz-se a composição, mas os membros do partido é que escolhem os nomes e meu grupo decidirá no momento exato,” ressaltou.

Volta dos deputados – Adalclever saudou os deputados Sávio Souza Cruz (PMDB) e Ricardo Faria (PCdoB) que ocupavam as Secretarias de Estado da Saúde e Turismo, respectivamente, e que retornaram à ALMG.

O secretário de Governo, Odair Cunha, que também participou da primeira reunião no Parlamento Mineiro, disse que a saída dos secretários é natural, já que disputarão eleições neste ano e devem se dedicar à campanha. “O foco é fazer com que todos os atores do governo estejam voltados para a gestão de estado, principalmente para resolver o problema do escalonamento dos salários. Estamos movendo todos os esforços para equalizar as contas e garantir o pagamento em dia dos servidores”, ressaltou.

Odair disse ainda que o governo não deve encaminhar nenhum novo projeto para ampliar a arrecadação no estado. “A prioridade do governador Fernando Pimentel é implementar as propostas que já foram votadas no ano passado, precisamente a venda dos ativos da Codemig. Estamos num processo acelerado fazendo com que o estado tenha esses recursos sem perder o controle da companhia”, disse.

Ele lembrou que a crise do país é grave, que a herança de R$8 bilhões de deficit orçamentário dificulta, mas que o governo quer implementar os projetos já votados. “Temos os projetos dos fundos da dívida ativa e dos imobiliários que estão em fase de implantação e vamos voltar ao Congresso para pedir a votação do projeto da securitização. A Assembleia já fez a parte dela, mas Brasília precisa aprovar a matéria”, disse.

A securitização no Estado foi aprovada pelo Projeto de Lei (PL) 4.844/17 de autoria do governador Fernando Pimentel. A lei, quando for sancionada, autoriza o estado a ceder direitos creditórios ao setor privado, sendo mais um esforço do Executivo estadual no sentido de recuperar os finanças públicas, prejudicadas pela crise nacional e pelo deficit de mais de R$ 8 bilhões, acumulados durante os 16 anos da gestão do PSDB em Minas. No entanto, para que a Lei entre em vigor no estado, o Congresso Nacional precisa aprovar um Projeto de Lei que regulamenta a securitização nos estados. 

Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes