Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Paulo Guedes questiona mudança de postura de tucanos em relação ao pacto federativo


Núcleo de Comunicação - Bloco Minas Melhor
Foto: Daniel Protzner/ALMG


Durante pronunciamento realizado em plenário na quarta-feira (22/11), o deputado Paulo Guedes (PT) questionou a repentina mudança de opinião dos senadores Aécio Neves e Antônio Anastasia (PSDB), que fazem parte da base de sustentação à gestão de Michel Temer. Segundo Paulo Guedes, a dupla tucana, ao contrário de quando governava Minas Gerais, não defende mais o pacto federativo como forma de partilhar riquezas entre as unidades da federação.

“Eu, por diversas vezes, via os senadores Aécio Neves e Antônio Anastasia falarem do pacto federativo. E agora que eles viraram governo, depois do golpe e da sociedade que fizeram com o Temer, esqueceram definitivamente disso”, lembrou o parlamentar do Bloco Minas Melhor. “Aécio, cadê o pacto federativo de que você tanto falava? Por que te calas, senador? Ou só interessa ao PSDB discutir o pacto federativo quando está governando Minas?”, perguntou.

Paulo Guedes fez questão de destacar o caráter elitista do governo atual, que conta com o apoio do PSDB. “Estou interessado em saber como eles se uniram para ficar ao lado de uma pequena parcela da população. Para eles só interessa governar para 2% dos brasileiros, e isso tem ficado cada dia mais claro e evidente”, disse. “Primeiro, ao rasgar a CLT e tirar conquistas históricas de nossos trabalhadores com a Reforma Trabalhista. Agora querem tirar todos os direitos conquistados via constituição com a tal Reforma da Previdência. Sem falar que já tiraram inúmeros direitos conquistados durante os governos Lula e Dilma”, denunciou o deputado.

Cortes nos programas sociais
 - O deputado ainda ressaltou o vilipendiamento das políticas de inclusão concebidas ao longo dos governos de Lula e Dilma. “Pararam com o ‘Minha Casa Minha Vida’, por meio do qual construímos mais de 5 milhões de residências neste país, gerando emprego, oportunidade e riqueza, além de dar moradias dignas a milhões de brasileiros. Pararam com o ‘Luz Para Todos’, que levou energia a mais de 12 milhões de brasileiros que viviam no escuro”, disse, lembrando também dos cortes realizados em programas como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa Universidade Para Todos (ProUni), além do fim do Ciência sem Fronteiras.

“O trio Aécio, Anastasia e Temer também cortou o leite das crianças de vários estados brasileiros, e Minas Gerais foi o primeiro deles. Há nove meses não repassam um tostão ao Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene) e ao Programa Leite Pela Vida”, ponderou Paulo Guedes, acrescentando que o governo de Temer não concedeu a Minas Gerais “nenhum empréstimo sequer”.

“Eu queria refrescar a memória de vocês que insistem em defender um governo reprovado por 97% da população brasileira, ilegítimo, sem votos e que se uniu ao mercado financeiro e ao capital internacional, entregando nossas riquezas e fazendo acordos com multinacionais”, comentou o deputado. “Um governo que, em pouco tempo, aprovou o congelamento, no Congresso Nacional, dos repasses à Saúde e Educação por 20 anos”, completou. Se há aumento no combustível, nos impostos e no gás, para onde está indo o dinheiro?”, finalizou o parlamentar.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes