Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Comissão de Mulheres dá atenção especial a situação de detentas e parto humanizado

Assessoria de Comunicação da Assembleia

A preocupação com a situação das mulheres que vivem no sistema prisional e com a valorização do parto humanizado motivaram a aprovação de requerimentos da Comissão Extraordinária das Mulheres, em reunião na terça-feira (10/10/17).

Um dos requerimentos, de autoria da presidente da comissão, deputada Marília Campos (PT), e da deputada Celise Laviola (PMDB), é para realização de visita à Penitenciária Professor Jason Soares Albergaria e ao Presídio de São Joaquim de Bicas II, ambos no município de São Joaquim de Bicas (Região Metropolitana de Belo Horizonte), a fim de verificar a situação das detentas.

Outros dois requerimentos de autoria das duas deputadas tratam de assuntos relacionados. Um deles propõe visita ao Centro de Referência à Gestante Privada de Liberdade, no município de Vespasiano (Região Metropolitana de Belo Horizonte), também para avaliar a situação das detentas. Outro requerimento é para visita à Secretaria de Estado de Administração Prisional, com o objetivo de discutir o tratamento à mulher nesse sistema.

Partos – Outros três requerimentos de autoria da deputada Marília Campos tratam da questão da humanização do parto. Um deles é para realização de audiência pública a fim de debater o modelo e as boas práticas de assistência à mulher do Hospital Sofia Feldman. Um outro requerimento foi aprovado para discutir o mesmo tema, mas em uma audiência de convidados.

O Hospital Sofia Feldman é a maternidade de referência dos distritos Norte e Nordeste de Belo Horizonte, que incluem uma população superior a 400 mil pessoas. São realizados ali cerca de 900 partos por mês. Com 185 leitos, o Sofia Feldman presta atendimento pelo Sistema Único de Saúde.

Entre outros serviços, o hospital conta com um Centro de Parto Normal inaugurado em 2001, onde a mulher pode escolher a posição no trabalho de parto, tendo inclusive acesso ao parto na água e métodos não farmacológicos para alívio da dor.

Exposição – Por fim, o outro requerimento aprovado nesta terça é para visita à exposição “Sentidos do Nascer”, que acontece no Parque das Mangabeiras, na Capital, até 17 de dezembro. A mostra pretende contribuir para a mudança da percepção sobre o nascimento, incentivando a valorização do parto normal para a redução da cesariana desnecessária.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes