Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Líder do governo condena hipocrisia de deputados da oposição e os chama de "viúvas de Aécio"

Núcleo de Comunicação Bloco Minas Melhor

Foto: Luiz Santana/ALMG

O líder de governo na Assembleia Legislativa, deputado Durval Ângelo (PT), criticou parlamentares da oposição que, na terça-feira (10/10), utilizaram a tribuna da Casa para fazer críticas ao governo Pimentel, com foco para a área da saúde.

Durval lembrou a “herança maldita” deixada pelos governos do PT e citou o descaso com a falta de investimento no setor. “O atual governo herdou um deficit de R$ 1,7 bi na Saúde, porque a Lei Complementar que estabelece o mínimo constitucional que cada ente deve investir, permite que você faça empenhos para pagamento posterior. É a situação desde janeiro de 2015. É um discurso hipócrita querer responsabilizar este governo por isso”, rebateu Durval.

Segundo o parlamentar, mesmo com toda dificuldade financeira do estado e do País, o governador Fernando Pimentel tem conseguido avanços na área da saúde. “A gente pode dizer para as viúvas do Aécio Neves que esse problema está sendo resolvido”, garantiu. Ele comparou a situação do estado a de outros entes da federação. “Hoje a saúde está praticamente paralisada em oito ou nove estados do Brasil, inclusive no Rio de Janeiro e Distrito Federal, e em Minas está funcionando. Diferente de estados governados pelo PSDB ou em aliança com o PSDB”, disparou.

Dentre os avanços do governo de Minas para a área da saúde está a contratação de 1.320 médicos cooperados do Programa Mais Médicos, que desde o início do mês passaram a atuar em aproximadamente 500 municípios. Ao todo, são 5.062 equipes de Saúde da Família implantadas no estado, o que representa uma cobertura de 74% do território. Além disso, são 726 Núcleos de Atenção à Saúde da Família (NASF) em 580 municípios e 2.362 Equipes de Saúde Bucal (ESB), com cobertura de 41% do estado.

Com Pimentel, Minas Gerais deixou de ser o 3º estado do país com menor cobertura pelo Samu – o estado ganhava apenas de Roraima e Tocantins, em 2015. No início da gestão o governador entregou o Consórcio do Samu no Sul de Minas, com sede em Varginha, para atendimento de mais de 150 municípios. Hoje o Samu já possui atendimentos no Triângulo, na região Centro-Oeste e Oeste, com consórcios e sede em Uberlândia, Governador Valadares, Ipatinga e Divinópolis, oferecendo um serviço que cobre centenas de cidades e atende milhões de mineiros.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes