Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Mobilização e guerrilha jurídica são as armas para impedir leilão de usinas da Cemig

Assessoria Comunicação do deputado Rogério Correia

 Foto: Luiz Santana/ALMG

A reunião de emergência da Frente Mineira em Defesa da Cemig, realizada na manhã de terça-feira (12/08) definiu uma série de ações para tentar impedir o leilão, pelo Governo Federal, das usinas de Jaguara, Miranda, Volta Grande e São Simão, hoje sob controle da Cemig, e que está marcado para acontecer este mês.


Na reunião, realizada na sede da Cemig e com a presença do presidente da empresa, Bernardo Salomão, constatou-se que as tentativas de negociação com o Governo Federal terão cada vez menos chances de sucesso. "A decisão do TCU, que suspendeu qualquer negociação entre a União e a Cemig, trabalha nesse sentido", disse Salomão.

Nesse aspecto, restarão sobretudo a mobilização e o trabalho jurídico para que os mineiros continuem com a Cemig. "A partir desta semana colocaremos em prática o que havíamos planejado, e que eu tenho chamado de guerrilha jurídica, contra o leilão das usinas", afirmou o deputado estadual Rogério Correia (PT), coordenador da Frente Mineira em Defesa da Cemig, grupo que conta com representantes de vários segmentos da sociedade civil mineira.

Na próxima semana, um seminário jurídico ajudará a dar mais direcionamento a essa ideia, que inclui ações populares, bem como dos ministérios públicos estaduais e de entidades de classe. O seminário conta com a organização da OAB-MG, com o apoio da Frente Mineira.

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), que integra a Frente, organizará ações que vão reunir os empresários do estado. Cálculos preliminares mostram que, se a ideia de vender as usinas da Cemig vingar, a conta de luz pelo menos dobrará nos próximos dois anos. E isso terá impacto sobre o consumidor mineiro e também sobre as empresas, pequenas, médias e grandes.

No campo da mobilização, a ação imediata foi garantir um grande ato na usina de Jaguara, no Triângulo, na tarde de sexta-feira (15/08), reunindo integrantes da Frente e representantes da região. Vários prefeitos confirmaram presença, além de vereadores e parlamentares.

Participaram da reunião, ainda, os deputados Geraldo Pimenta e Celinho do Sinttrocel, ambos do PCdoB, além de dirigentes da Cemig, representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT-MG), da Fiemg, do Ministério Público, do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), entre outras entidades e sindicatos.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes