Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Frente defende manifesto e plebiscito para a população opinar sobre o desmonte das políticas públicas

Décio Junior - Núcleo de Comunicação Bloco Minas Melhor

 Foto: Daniel Protzner

O presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional, senador Roberto Requião (PMDB/PR), defendeu a redação de um manifesto que possa ser assinado por políticos, intelectuais e trabalhadores de todos os segmentos, e que mostre ao povo brasileiro a inviabilidade do projeto do governo federal de privatização do Estado e abertura para o domínio do capital estrangeiro em áreas estratégicas como o setor elétrico e exploração dos recursos hídricos.

“Precisamos de um manifesto nacionalista que permita a criação de um referendo interrogatório, pelo qual o povo brasileiro possa se manifestar sobre toda essa barbaridade que o governo está fazendo com o país”, disse.

O senador apresentou a proposta durante a inauguração do auditório José Alencar Gomes da Silva, na segunda-feira (28/8), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

A inauguração foi marcada pelo lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional em Minas. Trata-se de um movimento suprapartidário que reúne 201 deputados federais e 18 senadores com o objetivo de defender os trabalhadores, empresários brasileiros e o desenvolvimento do País, contra as medidas de privatização e de entrega do patrimônio brasileiro, considerada desmonte do Estado brasileiro com a perda da soberania nacional.

O senador propõe a realização de um plebiscito revogatório de todas as medidas adotadas pelo governo federal, incluindo as reformas trabalhistas da Proposta de Emenda Constitucional 55, que congela os investimentos em saúde e educação pelos próximos 20 anos. “Esse governo precisa ter um fim. Temos que submeter à população todos esses erros e anulá-los de forma definitiva”, disse.

O secretário-geral da Frente, deputado federal Patrus Ananias (PT/MG), defende que o movimento assuma um papel pedagógico para a população brasileira. “Temos que levar essa discussão para a base da sociedade, para as universidades, escolas, igrejas, movimentos sociais, entidades sindicais. É preciso mobilizar a juventude, pois o País está sendo entregue e precisamos defender a nossa integridade nacional”, conclamou.

União de forças – O 1º secretário da Assembleia, deputado Rogério Correia (PT), defendeu uma atuação conjunta da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional e da Frente Mineira em Defesa da Cemig, da qual é o presidente, na defesa das usinas da estatal. Dentro do processo de privatização do governo federal, a Cemig pode perder as usinas de São Simão, Jaguara, Miranda e Volta Grande que, juntas representam 50% da geração de energia da empresa. “Além de defender a nossa estatal vamos defender o Brasil desse desmanche feito pelo governo federal. A Frente Nacional já tomou uma medida dura, que é de não votar mais nada no Congresso, caso o governo não paralise esse processo de privatização. Em Minas, já realizamos atos públicos em duas usinas da Cemig e vamos realizar mais uma manifestação em Jaguara. Além disso, estamos organizando uma mobilização do setor jurídico com apoio da OAB, para orientar a sociedade e avançarmos nessa guerrilha política”, disse.

O líder do Bloco Minas Melhor, deputado André Quintão (PT), disse que a união das frentes acontece num momento propício, já que o Brasil corre o risco de perder soberania. “Temos que nos unir em defesa de nossas terras, da nossa biodiversidade, da nossa indústria, das nossas águas, do nosso minério e do nosso povo. Minas Gerais está dando exemplo no cenário nacional e precisamos da força dos movimentos sociais para resistirmos aos desmontes do Estado e das políticas púbicas”, afirmou.



Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes