Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Geraldo Pimenta defende município de Betim contra cobrança de empreiteira

Núcleo de Comunicação Bloco Minas Melhor/ Assessoria ALMG

 Foto: Willian Dias

O deputado Geraldo Pimenta (PCdoB) defendeu na terça-feira (22/08) a suspensão de uma dívida de R$ 500 milhões que a empreiteira Andrade Gutierrez cobra da prefeitura de Betim. O débito seria decorrente de obras executadas no município entre 1979 e 1982, mas a atual administração afirma que a dívida não pertence ao município e que já teria sido paga pelo governo federal. Além disso, alega que a empresa não dispõe de documentação suficiente para comprovar a dívida e que a ação movida contra o município estaria repleta de irregularidades.

O debate em torno do assunto aconteceu em audiência pública da Comissão de Assuntos Municipais, requerida pelo próprio Geraldo Pimenta. Segundo o parlamentar, a cobrança é irregular e lembrou que a Andrade Gutierrez, nos últimos tempos, tem estado no centro da operação Lava Jato, que investiga lavagem de dinheiro e pagamento de propinas.

“Betim tem um orçamento que não chega a três vezes o valor da dívida; é um município com mais de 400 mil habitantes, com alto desemprego e não tem condições de pagar essa dívida milionária e suspeita”, disse.

Segundo o prefeito de Betim, Vittorio Medioli, a Andrade Gutierrez vem usando em outras localidades a estratégia utilizada em Betim, de “criar uma dívida artificial com aval de um ex-prefeito ou ex-governador”. Ele deu o exemplo de Belo Horizonte, do Estado do Amazonas e de Campo Grande (MS).

Em Betim, após um longo processo judicial, a empresa teria conseguido o direito de receber os valores e a primeira parcela deveria ser quitada em 2017. Entretanto, o atual prefeito entrou com uma ação civil pública questionando a dívida. Em maio, uma liminar chegou a ser concedida, suspendendo a cobrança, mas a decisão foi cassada pelo Tribunal de Justiça.


Contraponto - Já o deputado Ivair Nogueira reafirmou a posição manifestada em 1992, quando, na condição de prefeito, reconheceu formalmente a existência da dívida. Ele negou que as obras não tenham sido executadas. “As obras foram executadas, entregues e são de grande utilidade para o município”, garantiu.

Segundo Ivair Nogueira, o contrato com a Andrade Gutierrez foi responsável por inúmeras obras de pavimentação, esgoto e drenagem na Avenida das Américas e em conjuntos habitacionais.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes