Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Minas Gerais se une para defender os interesses da Cemig

Décio Junior - Núcleo de Comunicação Bloc Minas Melhor

 Foto: Divulgação

Uma audiência pública da Comissão de Minas e Energia reuniu políticos estaduais e federais, empresários, representantes do governo do estado, trabalhadores rurais, centrais sindicais e integrantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) que discutiram as estratégias para defender a Cemig do plano de privatização que está sendo adotado pelo governo federal.

Autor do requerimento que deu origem à audiência, o deputado Rogério Correira (PT), 1º secretário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, afirma que se o governo federal leiloar as usinas de São Simão, Jaguara, Miranda e Volta Grande, atualmente sob concessão da Cemig, a empresa, considerada o maior patrimônio público do estado, pode falir. “Estamos nos preparando para uma guerra política e judicial. Esperamos que o presidente Temer se sensibilize, aceite as propostas de contrapartida caso contrário teremos que recorrer à justiça em instâncias federais”, alertou.

O líder do Bloco Minas Melhor, deputado André Quintão (PT) alertou que essa é uma bandeira supra-partidária, que deve ser abraçada por todos os políticos que querem o melhor para o estado. "Não podemos jogar nos ombros do consumidor a conta dessa venda das usinas, pois os novos donos vão cobrar esses valores na conta de luz residencial. Isso é inaceitável. Por isso o momento é de todas as nossas lideranças políticas do estado se unirem, pensando no futuro de Minas que está em jogo. Temos que sensibilizar o governo federal e o STF para que o leilão não aconteça", alertou.

O advogado-geral do estado de Minas Gerais, Onofre Alves Batista Junior, disse que as negociações avançam lentamente e há uma resistência por parte do governo federal. “Há uma tentativa da Cemig em não dar nenhum prejuízo para o governo e as propostas equivalem às expectativas do governo que é de arrecadar R$11 bilhões. Ou seja, não se trata de barganha”, disse.

O superintendente de relacionamento parlamentar, Anderson Ferreira disse que, pelo contrato assinado em 1997, a Cemig entende que tem direitos de renovação automática do contrato de concessão por mais 20 anos. “Por isso estamos atuando em todas as frentes para negociar e defender a Cemig”, disse.


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes