Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes
 
 
Logo Minas Sem Censura Newsletter

Mais Notícias

 
 

Participação Popular discute inclusão de municípios do Rio Doce em programas da SUDENE


Acidente da Samarco prejudicou ainda mais a situação dos municípios do Vale do Rio Doce

Décio Junior - Núcleo de Comunicação Bloco Minas Melhor

 Foto: Publicação

A inclusão do Projeto de Lei Complementar (PLC) 119/15 na pauta de votação na Câmara em Brasília motivou a realização de uma audiência pública na segunda-feira (12/07) na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, requerida pelo deputado Dr. Jean Freire (PT), presidente da Comissão de Participação Popular. O PLC trata da inclusão do Vale do Rio Doce na área de atuação mineira da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) e é assinado pelos deputados federais Leonardo Monteiro (PT), Brunny (PR) e Mauro Lopes (PMDB).


A intenção dos parlamentares é incluir pelo menos 78 municípios do baixo do Rio Doce que ao longo dos anos vem sofrendo com a exploração de recursos naturais e contaminação dos recursos hídricos. “É uma situação urgente porque a região apresenta problemas sérios e várias cidades estão decretando estado de calamidade por falta d’água”, alertou o deputado Leonardo Monteiro.

Durante a audiência ele chamou atenção para o êxodo regional registrado desde as últimas décadas dos anos 90 agravado nos anos 2000. Com a diminuição da população a região perdeu investimentos e movimentação da economia. “Diante dessa realidade é que precisamos incluir essas cidades nos programas de investimentos da SUDENE para a região volte a crescer, volte a receber investimentos e que recupere seus recursos naturais principalmente a água, recurso que ficou ainda mais escasso com o acidente da Samarco em mariana, que contaminou o Rio Doce”, lembrou.

Monteiro destacou ainda os esforços feitos pelo governador Fernando Pimentel por meio de programas do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais – IDENE, coordenado pela Secretaria de Estado, autarquia dirigida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais. “É trabalho similar, mas temos que complementar a transformação da região por meio de uma lei federal, que inclua os municípios na área mineira da SUDENE”.

O deputado Dr. Jean Freire analisou os investimentos do IDENE e pontuou as melhorias no acesso à água, principalmente para os agricultores familiares. No entanto, reconheceu que apesar de importante, a SUDENE ainda não vai resolver todos os problemas dos municípios. “Temos muito o que avançar nessas regiões. Estamos falando de uma região muito degradada ambientalmente. Uma regiçao que colaborou com o desenvolvimento industrial do país e acho que incluirmos as cidades nos programas da SUDENE é mínimo que o governo federala poderia dar para essas cidades”.

A deputada Rosângela Reis (PROS) afirma que a inclusão das cidades do Vale do Aço no Sudene vai possibilitar a construção de bancos para financiamentos e créditos para os produtores ruais, o que por consequência, vai trazer melhorias para toda a população dessas áreas. A deputada ainda pede a expansão do projeto "Outro ponto que precisamos lutar é para incluir mais 30 municípios que ficam na região do Vale do Aço mas não são citados no projeto. A gente está pleiteando isso junto aos depudados mineiros na Câmara Federal".


Logo Minas Melhor Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais
Rua Rodrigues Caldas, 79 - 3º andar
Santo Agostinho - BH / MG

(31) 2108-7597 minasmelhoroficial@gmail.com
Copyright 2016 Minas Melhor.
Facebook Youtube Twiter Sound cloud
nas redes